FINANCEIRAS
Nunca entregue o certificado digital em operação de empréstimo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
certificado digital

O certificado digital não pode ser solicitado por financeiras em operação de empréstimo. Ele e a senha são de uso pessoal e intransferível. A entrega a terceiros pode trazer problemas

São muitas as exigências de financeiras para que o consumidor receba um sim ao pedir um empréstimo ou financiamento. Entre elas, ter um bom score e estar com o nome limpo. Algo um tanto quanto difícil neste período em que 4 em cada 10 brasileiros adultos estão negativados. Isso equivale a 61,94 milhões de pessoas, conforme levantamento do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

Mas a situação só piora. Algumas financeiras passaram a incluir entre as exigências a entrega do certificado digital em operação de empréstimo. Pedem também a senha do titular para que possam conceder o dinheiro.

certificado digitalSe alguma financeira, portanto, fez esta exigência para você para a concessão do dinheiro, fuja dela.Isso tem cheiro de golpe”, diz Edmar Araújo, presidente executivo da Associação das Autoridades de Registro do Brasil (AARB) e membro titular do Comitê Gestor da ICP-Brasil. Ele acrescenta que nenhuma financeira ou banco sério fariam este tipo de pedido.

Certificado digital é documento pessoal

No programa Consumo em Pauta, Araújo alerta que o certificado digital, no padrão da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP Brasil), é um documento que produz assinatura eletrônica com o mesmo valor daquela em papel e reconhecida em cartório. “Portanto, o certificado digital é de uso pessoal e intransferível.”

Assim, se você passar estes dados a terceiros poderá ter de assumir a responsabilidade do que for feito em seu nome. “Com o certificado digital e a senha, qualquer pessoa pode obter empréstimo, fazer financiamento, abrir uma empresa em seu nome e até te envolver na prática de ilícitos e fraudes. A responsabilização cairá para você”, pontua o executivo.

A Medida Provisória 2.200-2, de 24 de agosto de 2001, diz Araújo, é clara quanto à validade dos atos praticados com a utilização de assinaturas eletrônicas produzidas com certificados digitais. Tal valor atribui ao titular do certificado o exclusivo conhecimento da chave privada. Ao fornecer o certificado para um terceiro, ele assume a responsabilidade pelo que se faça em seu nome”, lembra Edmar Araújo.


+ Você ainda não tem certificado digital? Saiba para que serve
+ É possível financiar veículo comprando de pessoa física
+ O PIX vazou: como se proteger e evitar golpes


Certificado digital em operação de empréstimo

O Banco Central tem em seu site uma ferramenta que permite descobrir se um banco ou financeira tem autorização para funcionar. Fazer esta consulta é fundamental para não cair em ciladas, como a exigência do certificado digital em operação de empréstimo. Basta acessar o site do BC e preencher o campo que pede o nome ou o CNPJ da instituição que está oferecendo o empréstimo. Em seguida, clicar em pesquisar. Caso a instituição não esteja autorizada pelo Banco Central para funcionar, aparecerá a mensagem “Nenhuma instituição encontrada”.

“Em se tratando de empresas que prometem linhas de crédito muito tentadoras, as pessoas devem desconfiar. Nenhuma empresa financeira tem tanto potencial para ofertar dinheiro com juros muito baixos. Importa repetir: se exigir a entrega do certificado digital para o empréstimo, tudo leva a crer que seja golpe”, diz Araújo.

Empresas de certificado digital relatam casos

O alerta do executivo da Associação das Autoridades de Registro do Brasil está sendo feito com base em relatos de empresas de emissão de certificados digitais. Elas vêm sendo abordadas por consumidores que desejam emitir certificado digital com a finalidade de obter crédito em financeiras e similares. Segundo relatos de empresários do setor, clientes afirmam que vêm sendo exigida a entrega do certificado digital com a sua respectiva senha à financeira para que, então, o crédito seja liberado.

Em março, o Procon Londrina-PR notificou uma financeira que exigiu de uma consumidora a compra de um certificado digital. Aprovado o empréstimo, ela foi informada que precisaria comprar um certificado digital fornecido por eles. A consumidora desistiu do empréstimo, mas foi ameaçada de que seria cobrada multa e seu nome negativado.

Na Mega Brasil

Para saber sobre certificado digital, para que serve, onde solicitar um ou como cuidar bem dele, acesse a Rádio Mega Brasil Online nesta segunda (6/6), às 16 horas. Reapresentações na terça, às 9 horas, e na quinta, às 19 horas. A entrevista também está disponível na página do YouTube da Mega Brasil.

Publicada em 03/06/2022

Atualizada em 20/04/2023

Atualizada em 06/03/2024

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

49 respostas

  1. boa noite estou tmb estou na situação de muito, estao pedindo o certificado como o mesmo éuma assinatura, acabei imprimindo o contrato assinando e logo scanei para eles, ja que fiz isso estao certo em ainda me pedir o certificado? ja tomei um golpe r ja solicitei as devoluções do PIX em meus banco , nao quero tomar outro.
    o nome da presa ja fpi mencionada aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore